Conquistando clientes usando Marketing de Conteúdo como estratégia

Antes de começar, reflita sobre essa pergunta: As pessoas compram aquilo que elas não conhecem? Este é o fator crucial para seu futuro cliente começar sua jornada de compra.

O marketing trabalha de muitas formas, entre as principais e mais citadas hoje em dia, são Outbound Marketing e Inbound Marketing.

Outbound Marketing hoje tem sofrido muitas críticas de estar desatualizado, foi um dos principais meios de se gerar leads por muito tempo e ainda permanece. Se baseia na estratégia em que a marca busca ativamente seus clientes. Dentre as formas, podem ser patrocínio em eventos, comerciais de TV, rádio, anúncios em sites de busca e etc. A diferença entre essa estratégia e de Inbound é que o cliente não está procurando por sua marca, produto ou serviço naquele momento.

Tudo bem, mas isso é ruim? Não existe certo e errado para a estratégia. Não é uma receita pronta. Mas um ponto importante a se considerar é: o tempo e o esforço gasto para uma conversão de um lead ativo é muito mais alto do que para um lead em que já está interessado em seu produto ou serviço.

Afinal, você tem que aparecer para o cliente, conversar, criar relacionamento, identificar problemas, mostrar propostas para que ele leve em consideração. Muito bom, e como fazer o processo inverso?

Então entramos com o Inbound Marketing. O conceito é bem simples, você começa um processo de nutrição com informações relevantes para seu público alvo e/ou persona. A ideia é criar conteúdo e materiais ricos que possam ser indexados nos motores de busca para que possam ser achados por seus respectivos leads quando for de interesse deles. Desta forma, você se torna uma referência no assunto mostrando ter autoridade na área em que atua, para quando eles estiverem prontos para conversão a sua marca está com um relacionamento mais próximo.

Tipos materiais ricos para serem usados no Marketing de Conteúdo

O mais comum e um dos mais importantes seria o Blog, com esta mídia você pode gerar e agrupar diversos tipos de conteúdos. Uma mídia digital que aceita todos os tipos de formatos, tamanhos e recursos. Pode ser trabalhado com um conteúdo mais denso, abrangente e profundo, trabalhar segmentação e ainda utilizar das Call-to-Actions (CTA) para converter em formulários de newsletter, fale conosco entre outros.

Infográficos são uma boa jogada quando você consegue reproduzir dados, estatísticas de forma atrativa de fácil leitura e aprendizado para seu usuário. Costumar atrair e gerar compartilhamentos devido a sua praticidade.

Tutoriais em qualquer formato em que você possa utilizar para demonstrar seu produto como procedimento padrão em alguma ação, gerando assim uma opção segura sobre sua marca e resultado esperado.

Webinar (web-based seminar) que pode ser definido como uma conferencia transmitida em tempo real pela internet para qualquer região com ou sem limitação. É ótimo para interagir, tirar dúvidas e ensinar.

Vídeos, o formato mais versátil e usual hoje em dia. Pode ser assistido em qualquer lugar, aceito em praticamente em todas as plataformas e redes sociais. As possibilidades de conteúdo são inúmeras (video aulas, depoimentos, demonstrações…) podendo ser gerado até mesmo com celulares que estão com recursos cada dia mais potentes.

Em geral existe muitos formatos para serem trabalhados, com objetivos diversos que podem ser utilizados em qualquer escopo ou parte do funil, incluindo o pós venda. O importante é sempre está na frente do seu cliente, principalmente quando ele entra em modo comprador. Quanto mais ele aprende, mais ele percebe os conhecimentos de quem ensina, te tornando autoridade no assunto, sendo a pessoa a quem ele vai recorrer quando necessário. Portanto, a educação do seu cliente gera venda, gera fidelidade e o aproxima. Comece a ensiná-lo agora mesmo!

Publicado por

Fábio G. Silva

Formado em Business Marketing pela Ohio University, Gestor de Pessoas pela PUC Minas, Especialista em Desenvolvimento Web pela PUC Minas e Produtor Multimídia pela UniBH. Atua com Marketing Digital em empresas privadas de diversos segmentos e nos tempos livres é fotógrafo, viajante no mundo, CEO na Tricks (Guia Radical), blogueiro no CV do Fábio e ainda pratica esportes radicais.