imagem profissional

Sua imagem profissional é ou está adequada?

Este artigo visa fazer uma reflexão sobre quem é você hoje e como as pessoas te vêem. Isso está ligado a sua imagem profissional e pessoal, de que você quer ser e como você se apresenta.

Quando conseguimos identificar nosso propósito de vida, tudo caminha com mais fluidez e quando as ações individuais estão alinhadas com este propósito, fazemos escolhas mais assertivas, temos melhor performance na carreira, enfrentamos melhor as adversidades e desempenhamos melhor nosso papel na sociedade.

Quando você não sabe exatamente o que quer, você permite que os outros escolham por você. Pense por exemplo, em uma vaga de emprego. Muitas das vezes que começamos a trabalhar numa empresa, é por quê tem uma vaga que te pagam “razoavelmente bem” e você foi bem na entrevista. E não por que você escolheu aquela vaga ao seu gosto.

O mundo ideal é que você seja incrivelmente bom em algo, ou que você represente algo inovador e seja referência de mercado, seja regional ou global. Assim, você passará a ter opções a sua escolha e não estará panfletando currículos esperando passar em alguma entrevista.

Então fica a primeira reflexão, em que você é realmente bom?

Você panfleta currículo?

Para que a vida profissional esteja alinhada ao bem-estar e aos seus propósitos de vida é preciso construir um caminho que, muitas vezes, é repleto de obstáculos.

A cada emprego, eu me modifico um pouco, aprendo mais de uma área, “esqueço” um pouco de outra, passo a praticar certas habilidades.

Automaticamente, meu “eu” passa a ter necessidades diferentes, objetivos diferentes. Mas quem sou eu realmente?

Sou uma daquelas pessoas que sai enviando currículo para todas as vagas que tem um título parecido com o atual ou faço algo diferente em que quero destacar e ajudar meus “clientes/empresas” a continuar crescendo?

Quando você faz algo apenas para continuar pagando boletos, você se desmotiva, perde produtividade, não cresce na carreira. Não estou falando do emprego perfeito, mas talvez, da posição perfeita, para você naquele momento. Todos temos um percusro a pecorrer,  e nele nos destacamos em algo.

Sem um trabalho como este, a tentativa e erro pode custar muito caro, com muitas decepções, que abalam a autoconfiança e fazem muita gente boa desistir de um curso, uma profissão ou um trabalho que poderiam ser uma ótima opção, se eles soubessem explorar o nicho e a posição mais adequada para o momento.

Trabalhar animado, curtir cada conquista e vislumbrar novas possibilidades diante dos desafios inevitáveis mostram que a atividade profissional é fonte de bem estar e trazem à tona sua imagem profissional e pessoal.

Aproveitando o tópico, leia este artigo: Esqueça sua profissão, sua faculdade já é coisa do passado.

Você pode ser muito mais! Ninguém é ou precisa ser apenas uma “coisa”. Desenvolvemos diversas habilidades em diferentes áreas e contextos que nos agrega como profissionais.

Imagem profissional no marketing

O marketing profissional começa pelo posicionamento pessoal. Conhecer seu propósito de vida, o que deseja construir com seu trabalho é fundamental.

Não se trabalha apenas para ter dinheiro(“às vezes”). O retorno financeiro, se não estiver alinhado àquilo que tem significado como produção pessoal, torna-se fonte de insatisfação e sofrimento.

Se você buscar no Google sobre “imagem profissional” verá diversos artigos dizendo a mesma coisa. São sempre os mesmos tópicos:

  • Pontualidade
  • Vestimenta
  • Simpatia
  • Educação
  • Proatividade
  • Positividade
  • Organização
  • Conteúdo

Sabemos que meras regrinhas (que são mais para boa convivência) não definem sua imagem como você gostaria, mas a forma em que você age e toma suas atitudes, sim.

Se você quer ter uma boa imagem na internet ou nas redes sociais, como o LinkedIn, por exemplo, leia este artigo: Como ter um perfil no LinkedIn que gera resultados

 

Publicado por

Fábio G. Silva

Formado em Business Marketing pela Ohio University, Gestor de Pessoas pela PUC Minas, Especialista em Desenvolvimento Web pela PUC Minas e Produtor Multimídia pela UniBH. Atua com Marketing Digital em empresas privadas de diversos segmentos e nos tempos livres é fotógrafo, viajante no mundo, CEO na Tricks (Guia Radical), blogueiro no CV do Fábio e ainda pratica esportes radicais.