mudar de carreira - mudança em w y escada

Estilos de carreira W, Y, X e Rede como decidir?

Você sabia que entender as diferentes profissões é uma das principais estratégias para conquistar as melhores oportunidades de trabalho? Afinal, ao descobrir diferentes áreas de atuação, você pode determinar o caminho a seguir, e então estabelecer um plano de carreira eficaz e objetivo para atingir todos os seus objetivos.

Eu tive a oportunidade de atuar em diferentes modelos de carreira, podendo aproveitar suas características e aprendizados. Tenho certeza que isso contribuiu muito para ter um conhecimento multidisciplinar e de relacionamento interpessoal.

Outra coisa interessante, é que você será exposto a muitas possibilidades que não foram levantadas durante uma graduação ou pós-graduação, por exemplo. O resultado é muito simples e benéfico: amplie sua visão profissional, amplie a possibilidade de contato com a rede e, assim, alcance uma boa classificação no mercado.

Tipos de Carreira: Y, W e X

Plano de carreira Y

O mercado de trabalho passa por mudanças de tempos em tempos, especialmente numa era tão digital quanto a nossa. Vamos conhecer dois dos tipos de planos de carreira mais comuns atualmente. Eles podem lhe dar um bom norte sobre como você projeta a própria vida profissional para daqui a alguns anos.

No mundo do trabalho tradicional, com pensamento mais antigo, a carreira era pensada para o crescimento dos profissionais de acordo com o cargo ocupado. Quem começava como assistente ia progredindo gradativamente até chegar a um cargo de diretoria, de forma linear.

Muitas pessoas não se adaptavam a posições de liderança e todo o processo para chegar ao topo acabava perdido. Por essa razão, surgiu o plano de carreira Y. Nele, o profissional pode escolher dois caminhos diferentes, de gerente ou especialista numa determinada área. Esse modelo dá margem para escolher outra forma de ascensão profissional e ajuda a reter talentos nas empresas.

Plano de carreira W

Por outro lado, surgiu o plano de carreira em W. Esse novo caminho permite ao profissional que ele se torne gestor para projetos específicos. É um caminho ideal para quem sonha em organizar atividades e liderar equipes.

Nesse modelo de carreira, quase sempre ligado aos ramos de tecnologia, o profissional tem a oportunidade de liderar equipes enquanto atua como especialista num determinado campo. É um modelo mais flexível que a carreira em Y, que já é mais flexível do que a carreira mais tradicional.

Plano de carreira X

Também chamada de carreira exponencial, é pautada por um propósito – e não pela atividade em si. Ou seja, você desempenha o papel que for necessário para atingir seu objetivo. Também muito similar ao empreendedorismo.

Exige versatilidade para desempenhar diferentes papéis e funções, além de protagonismo e flexibilidade para saber aprender.

É indicada para o profissional que decidiu que sua melhor escolha é trabalhar em nome de um propósito e não mais por um cargo apenas.

Plano de carreira em Rede

Outro tipo de plano de carreira, que pode ser considerado uma variação do planejamento em Y, é o em rede. 

Nesse caso, em vez de vislumbrar apenas duas opções, o funcionário tem uma gama maior de opções de cargos a exercer dentro da empresa.

A ideia é que o profissional evolua passando de um cargo ao outro considerando suas próprias habilidades e interesses. 

Para que esse plano seja colocado em prática, porém, a definição de metas que determinam se o profissional está apto para avançar ou não em sua trajetória é essencial.

A existência de caminhos múltiplos para que um funcionário siga dentro da empresa permite, inclusive, que ele mude de um cargo técnico para um de gestão e vice-versa. 

Algo que lhe dá melhores oportunidades de conquistar suas metas pessoais e de descobrir a qual função se adapta melhor.

Pensando nesses modelos, em qual deles você acredita ter um perfil mais fácil de se encaixar? Especialista, gestor? Ou se enquadra em ambos? Viu como há bons caminhos para seguir e se desenvolver com plenitude?

Depois de refletir sobre os aspectos aqui apresentados, chegou a hora de descobrir qual o sentido da sua carreira profissional.

Fazer suas atividades por fazer, só por dinheiro, é o que leva muita gente à insatisfação, fazendo pular de emprego em emprego, sempre reclamando da vida, do chefe e dos colegas. Somente a determinação individual leva você a achar o caminho que sua vida profissional exige.

Deixo essa reflexão, onde você quer chegar?

Publicado por

Fábio G. Silva

Formado em Business Marketing pela Ohio University, Gestor de Pessoas pela PUC Minas, Especialista em Desenvolvimento Web pela PUC Minas e Produtor Multimídia pela UniBH. Atua como Consultor de Marketing Digital em empresas privadas de diversos segmentos e portes. Também aproveita o tempo livre fotografando pessoas e paisagens enquanto viaja o mundo e pratica esportes radicais. Fundador da Tricks (Guia Radical) e Digitow e blogueiro no CV do Fábio.