Descubra aqui como é o trabalho de um gestor de tráfego, quais recursos utiliza e como começar a trabalhar na área

Por que o gestor de tráfego é um profissional tão buscado e como é o trabalho?

O gestor de tráfego é um profissional cada vez mais requisitado no mercado. Então, se você quer iniciar nessa área, conheça mais sobre a rotina, as funções que pode realizar, bem como a formação necessária.

Leia também:

Descubra o que faz um gestor de tráfego

É o responsável por gerir os anúncios pagos de uma empresa, a fim de obter mais visitas na página de seu cliente. Com isso, a profissão visa chamar a atenção do público para a marca ou serviço. Ainda, veja alguns benefícios do trabalho de um gestor para empresas: 

  • Atração de novos clientes, com um custo menor;
  • Melhora nas vendas;
  • Expansão da marca no mercado.

As redes sociais se tornaram um meio importante de vendas para diversas marcas. Por isso, essa função oferece cada vez mais oportunidades.

Análise de dados e resultados de campanhas

Cabe ao gestor de tráfego, ainda, fazer a análise de quais anúncios estão tendo bons resultados. Desse modo, caso precise, pode fazer os ajustes e investir nas campanhas com melhor retorno.

Quais as ferramentas de trabalho do gestor de tráfego?

Na execução das tarefas, o gestor precisa estar atento aos dados das campanhas para acompanhar os resultados. Nesse sentido,algumas ferramentas ajudam no trabalho, por isso, confira abaixo as mais comuns: 

  • Google Analytics: além de gratuito, fornece informações e gráficos completos;
  • mLabs: permite programar publicações e acompanhar os resultados;
  • Google Trends: também sem custo, indica as palavras-chave mais buscadas;
  • Para gerar apresentações dos resultados, tem o recurso do Google Data Studio.

Há diversas opções disponíveis no mercado, com recursos parecidos. Por isso, cabe ao gestor de tráfego ver qual melhor se adapta às suas necessidades e o perfil de anúncios que gerencia.

Em que redes atua o profissional?

Dentre os principais canais de anúncios estão o Google Ads, Facebook Ads e Linkedin Ads, por exemplo. Cada rede social tem os mecanismos de busca e as formas próprias de impulsionar publicações. 

O expert na área pode, então, se especializar em uma rede específica. Apesar de reduzir o campo de atuação, apostar em um nicho pode aumentar os ganhos do gestor, já que tem maior conhecimento no mesmo.

Saiba qual a formação necessária para ser um gestor de tráfego

Para iniciar na área, não se exige uma faculdade ou formação específica. No entanto, é possível buscar cursos para obter o conhecimento sobre o nicho. Ainda, é importante se manter atualizado, uma vez que as atividades na internet estão em constante mudança.

Uma boa forma de aprender, no caso da gestão de tráfego, é na prática. Por isso, ainda que não tenha clientes no início, você pode fazer testes em sua própria página, ou de conhecidos, para validar o seu método.

Quanto um gestor de tráfego ganha?

No início da carreira, a remuneração média fica em torno de R$ 2,5 mil. Conforme ganha experiência, no entanto, o gestor pode alcançar valores maiores, entre R$ 4 mil e R$ 5 mil. 

Os grandes nomes da área, por sua vez, podem chegar a remunerações muito superiores, aos R$ 20 mil. Isso porque em muitos casos, o gestor de tráfego, que atua em um lançamento, por exemplo, pode obter um valor proporcional ao resultado obtido.

Vale a pena trabalhar como gestor de tráfego?

Esta é, sem dúvida, uma área muito promissora, que entre 2020 e 2021 cresceu cerca de 20%. Portanto, a tendência é que esse seja um profissional cada vez mais escasso no mercado. 

Com a facilidade de não precisar de uma faculdade para atuar como gestor de tráfego, é necessário ter autonomia para aprender. Apesar disso, para quem gosta de uma profissão dinâmica, esse é o caminho, já que as regras de cada rede social mudam a todo tempo.

Seus resultados te recomendam

Pode parecer fácil ter sucesso em uma área com muita demanda. Mas, só se destaca no mercado quem traz resultados para seus clientes e para conseguir isso, é essencial entender a fundo o trabalho.

Busque referências dentro da área, veja o caminho que percorreram outros profissionais para se inspirar. Por fim, use as experiências como aprendizado e se atualize para estar sempre em dia com as mudanças.

Publicado por

Fábio G. Silva

Formado em Business Marketing pela Ohio University, Gestor de Pessoas pela PUC Minas, Especialista em Desenvolvimento Web pela PUC Minas e Produtor Multimídia pela UniBH. Atua como Consultor de Marketing Digital em empresas privadas de diversos segmentos e portes. Também aproveita o tempo livre fotografando pessoas e paisagens enquanto viaja o mundo e pratica esportes radicais. Fundador da Tricks (Guia Radical) e Digitow e blogueiro no CV do Fábio.