Como usar o marketing de influência para aumentar as suas vendas?

Como usar o marketing de influência a favor do seu negócio?

Hoje em dia, não saber como usar o marketing de influência pode ser um problema. Até porque trata-se de algo em que mais de 75% das empresas dedicam o seu orçamento para fazer, portanto, veja no texto a seguir como isso melhora o seu negócio.

O que é marketing de influência?

Antes de saber mais sobre esse assunto, é importante saber o que ele é. Então, saiba que é o tipo de estratégia que usa a imagem do influenciador. Ou seja, eles são a ponta para atrair pessoas a comprar um produto ou serviço.

De modo geral, essas pessoas têm páginas com muita audiência e engajamento ao interagir. Assim, eles ajudam a gerar confiança e atribuir valor para o seu negócio ou marca.

A ideia por trás disso é que as pessoas sigam esse tipo de propaganda. Afinal, elas se sentem próximas dessa figura, quase como se um amigo fizesse a recomendação do item.

O que é o influenciador?

Um influenciador digital não é necessariamente uma pessoa famosa, como um artista ou até uma celebridade. Porém, são personalidades com forte presença nas mídias sociais e com alcance regional ou nacional.

As características de um influenciador são:

  • Pessoas carismáticas;
  • Possuem bom engajamento nas suas redes sociais;
  • São bons comunicadores;
  • Criam bons conteúdos;
  • Procuram conhecer o seu público a fundo.

O que é um Social Media Influencer – Episódio 1 (vídeo)

Por incrível que pareça, o sucesso dessa estratégia de marketing não depende do número de seguidores. De fato, esse detalhe é importante, mas de nada adianta se não houver muito engajamento. Por fim, é comum ver influenciadores de várias categorias, como

  • Moda;
  • Arte;
  • Saúde;
  • Lifestyle;
  • Educação;
  • Humor;
  • Esporte.

Como usar o marketing de influência no seu negócio?

Para poder colocar em prática essa estratégia, você deve definir as metas e os objetivos. Além disso, é preciso tomar essa medida pensando no orçamento que está disponível para gastar.

O próximo passo é identificar o nicho que quer alcançar com a divulgação. Essa escolha é crucial porque se errar, pode colocar tudo a perder e ainda ter prejuízo. Nesse sentido, vale ainda pensar se a parceria terá o formato de cachê ou permuta.

Ao optar pelo influenciador, não se importe com o tempo, leve o quanto precisar. Afinal, precisa ser alguém que tenha afinidade com a sua marca para obter os melhores resultados possíveis.

A participação no processo

Tente envolver ao máximo a pessoa que escolheu nesse processo de produção de conteúdo. Como resultado, todas as ações serão feitas de modo mais fluido e vão soar mais naturais para o público-alvo.

A dica final aqui é pensar melhor em influenciadores locais ou regionais, deixando o número de seguidores em segundo plano. Ao pensar como usar o marketing de influência analise o custo, de modo a contratar mais personalidades e aumentar a divulgação.

Foto: Como usar o marketing de influência para ter uma pessoa divulgando sua marca

Por que deve saber como usar o marketing de influência?

Antes de tudo, essa tática não é difícil de colocar em prática pelo dono do produto. Logo, ela é acessível e gera retornos muito agradáveis na parte do comércio. Do mesmo modo, não tem um custo alto, sendo possível achar pessoas dentro de qualquer orçamento.

Outra razão que torna essa ideia útil é que ela dá resultados bem mais rápido. Acima de tudo, porque a divulgação é feita para um público do mesmo segmento. Logo, são todos clientes em potencial.

Em termos práticos, essa estratégia também traz confiança para quem está planejando vender. Esse ponto ganha ainda mais força quando o influenciador se conecta com o seu produto, porque o público dele se sente da mesma forma.

Quais as quatro etapas da execução da estratégia para o marketing de influência?

Na parte prática de como usar o marketing de influência, vale considerar alguns pontos. Afinal, há muitas variáveis no momento que se planeja a operação. Portanto, veja quatro das etapas mais importantes aqui:

1- Definição dos objetivos: Campanha e público-alvo

Essa é a base de qualquer tipo de ação que envolva publicidade e marketing. Antes de mais nada, é preciso definir os objetivos a serem atingidos pela ação. Assim, inclui-se o planejamento sobre a campanha e o público-alvo.

2- Com quais influenciadores contar?

De novo, aqui é a ponte da mensagem que se quer mostrar para a audiência. Dessa forma, não vai funcionar bem se só pensar em números, considere também o tipo de seguidor que está ali.

3- Qual mensagem passar?

Saber como usar o marketing de influência tem a ver com a definição da mensagem. Ou seja, o que será o foco da comunicação para servir de base para a produção do briefing para o influenciador.

4- Analisar os números finais

Essa é a hora que os números importam mesmo, para saber como foi o desempenho. Além disso, há muitas formas de monitorar essa parte e entender se a campanha foi um sucesso ou não.

Como usar o marketing de influência para melhorar o seu negócio

Ao longo desse artigo, você viu tudo sobre esse tipo de tática e suas etapas. Dessa maneira, pôde entender como fazer a execução dela para obter sucesso e mais vendas.

Saber como aplicar essa estratégia pode fazer a diferença em favor do seu negócio. Afinal, é uma forma de agregar valor para a marca e dar maior credibilidade para ela e atrair novos clientes com isso.

Claro que, ter um influenciador para ajudar nas campanhas de divulgação do serviço é algo positivo. Porém, é preciso ter um bom plano e monitorar a execução dele desde o momento que colocar a estratégia em prática.

Business photo created by freepik – www.freepik.com

Publicado por

Fábio G. Silva

Formado em Business Marketing pela Ohio University, Gestor de Pessoas pela PUC Minas, Especialista em Desenvolvimento Web pela PUC Minas e Produtor Multimídia pela UniBH. Atua como Consultor de Marketing Digital em empresas privadas de diversos segmentos e portes. Também aproveita o tempo livre fotografando pessoas e paisagens enquanto viaja o mundo e pratica esportes radicais. Fundador da Tricks (Guia Radical) e Digitow e blogueiro no CV do Fábio.