O Consumer Insight serve para coletar dados dos usuários de internet e ter noções de seus gostos, para melhorar as suas vendas

Consumer Insight: veja como fazer uma estratégia para usar esse método

Com o método do Consumer Insight é possível descobrir muitos dados sobre os clientes. Portanto, basta fazer suas estratégias para o marketing ao usar essa técnica. Além disso, ela possui diversas ferramentas para ajudar nas buscas, conheça mais sobre isso aqui. 

Leia também:

O que significa Consumer Insight?

Esse conceito é bem simples de entender, já que se trata da interpretação de dados importantes de um consumidor. 

A ideia é que uma empresa consiga planejar suas ações com base nos desejos dos clientes. Dessa forma, eles podem levantar e analisar informações sobre:

  • Pensamentos;
  • Emoções;
  • Comportamentos.

Tudo isso na hora da compra, logo fica mais fácil de entender os clientes depois. Além disso, é possível fazer isso por meio do Google, por exemplo. Porque, ao fazer pesquisas nele ou navegar pelas redes sociais, as pessoas deixam seus rastros.

Como funciona?

A maioria dos consumidores estão por toda a internet, deixando seus dados para trás. Mas, esse volume é tão grande que torna difícil de analisar e usar com eficiência. Portanto, com ferramentas e recursos em pesquisas, surgiu o Consumer Insight

Por meio dessa ideia pode-se dizer que ele é a coleta dessas informações. Sobretudo, é possível compreender o comportamento humano e o que as pessoas querem e precisam. Ajuda, por fim, a atrair os clientes com decisões que os beneficiem junto com a marca.

Quais os motivos para usar o Consumer Insight?

Mesmo com todos os dados dos consumidores, ainda não é uma forma de garantir o sucesso da firma. No entanto, já é uma base ideal para que possa definir estratégias de vendas. Além disso, as vantagens para começar a usar esse método são:

  • Campanhas de marketing melhores;
  • Traz melhorias para as vendas aos clientes;
  • Melhora os produtos e serviços que atende mais ainda aos desejos das pessoas.

Importante e eficaz

Essa técnica é boa o suficiente para alguns negócios começarem a investir em áreas que desejam. Ou seja, colocar responsáveis para fazer pesquisas de mercado junto com os dados demográficos. Assim, isso traz uma série de possibilidades para as empresas.

Um exemplo de informações para usar

Os dados sociodemográficos são os que vão te dizer quem são os seus clientes. Então, eles funcionam como um mapa para onde eles moram, bem como, quantas pessoas vivem juntas. Contudo, esse é o primeiro passo antes de pensar em ações para os consumidores.

Ao saber quem são seus fregueses, a próxima etapa é descobrir como eles agem. Dessa forma, precisa saber quais são os seus processos de pesquisas para comprar algo. Com isso, dá para falar até a frequência das compras e suas formas de pagar por elas. 

Foto: O Consumer Insight serve para descobrir os dados dos clientes e impulsionar vendas.

Como fazer estratégias de Consumer Insight?

Para seguir nesse conceito, é necessário saber o que fazer para encontrar os dados. Mas, antes é importante saber que ele deve ser trabalhado dentro do time de marketing e até mesmo com a inovação. Então, o melhor é seguir algumas etapas para isso:

  • Identificar;
  • Mapear;
  • Fazer interpretação;
  • Aplicar.

Nesse caminho, o essencial é ter uma cultura que se volta aos consumidores. Por isso, deve ter foco em deixá-los satisfeitos com a ajuda das etapas. No entanto, todas servem como auxiliares e não precisam ser uma regra. 

Forma de trabalhar com as dicas

O processo de identificar, é para descobrir quais as suas perguntas que precisam de respostas no Consumer Insight. Assim, define tudo o que você deseja saber sobre seus clientes. Depois, veja os recursos disponíveis com o método e como eles serão colocados.

A interpretação serve com coletas de informações, para que recebam análises. Desta forma, é possível encontrar padrões de comportamento e até motivações. Por fim, começam os planos de ações para aplicar mudanças com possíveis melhorias. 

Quais as ferramentas para o Consumer Insight

Existem diversas formas para começar a pegar dados e analisá-los em seguida. Com isso, pode-se economizar tempo sem fazer suposições dos clientes. Portanto, as formas mais fáceis para conseguir melhorar o desempenho nas buscas são:

  • Pesquisas de mercado;
  • Google Trends, Analytics, Correlate, Forms, Surveys;
  • Youtube Analytics;
  • Facebook Audience Insights;
  • Think with Google.

As análises de redes sociais também contam muito para esse processo. Porque, elas conseguem falar bastante sobre os seus usuários, por conta de seus interesses. Além disso, tem a ver com a forma que eles interagem com marcas em compras. 

Pesquisas de mercado

Dá para dizer que essa é uma ótima forma de pegar dados para o Consumer Insight. Sobretudo, por serem fontes de materiais que os próprios fregueses fornecem. Então, oferecem os insights para traçar qualquer estratégia em uma empresa.

Com uma busca dá para explorar os hábitos das compras e consumos de cada um. Também é possível medir as satisfações, testar campanhas e ideias novas. Acima de tudo, dá as chances de perguntar direto aos clientes sobre suas opiniões sobre seus produtos.

Use o Consumer Insight

Essa técnica é uma ótima forma de começar a investir mais no mercado. Porque, os dados te dão uma compreensão maior e melhor sobre seu público-alvo. Por isso, é importante utilizar todos os recursos para conseguir essas informações.

O ponto a se lembrar é que a análise deve vir logo após as coletas de dados. Desta forma, os assuntos vão continuar sendo relevantes para as suas vendas. Por fim, deve-se fazer as pesquisas em vários períodos para sempre descobrir novas tendências.

Publicado por

Fábio G. Silva

Formado em Business Marketing pela Ohio University, Gestor de Pessoas pela PUC Minas, Especialista em Desenvolvimento Web pela PUC Minas e Produtor Multimídia pela UniBH. Atua como Consultor de Marketing Digital em empresas privadas de diversos segmentos e portes. Também aproveita o tempo livre fotografando pessoas e paisagens enquanto viaja o mundo e pratica esportes radicais. Fundador da Tricks (Guia Radical) e Digitow e blogueiro no CV do Fábio.